sexta-feira, agosto 23, 2013

Uma carta para você

Te conheci ainda pequena.
Ah, como me lembro.
Às vezes, você me acordava tão radiante...
E quando não dava, eu sempre o esperava.
Gosto tanto de você! :)
Porquê demoras para voltar?
Fico muito ansiosa, sabe.
Se eu pudesse, te daria um abraço.
Mas você me mataria se eu fizesse isso.
Quero que volte logo,
Sol...
...e fique o tempo que quiser.

“As palavras choram e gritam nervosamente nesse chão frívolo! Em todo lugar e a todo tempo.”

Seguidores Google +